Hoje o Google presta homenagem a uma cineasta alemã, Lotte Reiniger. Adoro silhuetas e teatros de sombras pelo que foi um prazer descobrir que os filmes dela estão no Youtube. Deixo aqui o filme “Cinderela” de 1922.

O que me agrada é que conta a versão original do conto, sem tendências politicamente correctas. Não consigo expressar o que sinto quando vejo contos de fadas a serem alterados para que não fique uma única réstia da violência e da história que pretendiam contar. Mais do que meros contos de fadas são um espelho da psique colectiva da humanidade e merecem a perpetuação da sua existência original. A ver se conseguem sobreviver às novas gerações que, por algum motivo, preferem varrer o mau, feio e terrível para debaixo do tapete (já o fizeram com a História mundial), ignorantes de que tais acções apenas irão permitir que os piores momentos da humanidade se voltem a repetir vezes sem conta.

 

Advertisements