Etiquetas

, ,

Há uns meses pediu-me para lhe ensinar a tricotar. Foi uma experiência mirabolante. As agulhas de tricot acabaram por servir de varinhas de condão e o novelo de lã sofreu o único destino que uma tesoura lhe poderia dar. Ontem, repetiu o mesmo pedido. O meu cepticismo inicial foi substituído por espanto. Fez uma volta completa em ponto liga e depois pediu para arrumar o trabalho. Hoje, perto da hora do almoço foi buscar o trabalho e prometi-lhe que durante a tarde lhe continuava a ensinar. Esta tarde foram mais três voltas com o mínimo de supervisão. Diz que quer fazer uma mantinha para as bonecas e depois disso quer fazer meias e cachecóis para os peluches. Entretanto, ficamos de coração cheio de sentimentos quentes e suaves.  Tal como se um manto de lã fofinho nos envolvesse.

2000px-Heart_corazón.svg11903511_851371524948620_23180988_n

Anúncios