Etiquetas

,

Já lá vai algum tempo mas o sol e a explosão de vida que só a Primavera e o Verão sabem trazer afastaram-me deste canto virtual.

Venho apenas partilhar o que fiz nas últimas duas semanas e meia. Não posso deixar de enfatizar a maravilha escondida num pedaço de tecido. Um simples tecido, aparentemente plano e sem forma, consegue transformar-se no que o nosso querer e saber assim o desejar. Ao longo destes quase cinco anos de aprendizagem de costura fui tendo epifanias a esse respeito, mas estas duas últimas semanas revelaram ser a “pedra de toque” e a concretização prática do conhecimento latente adquirido ao longo de anos.

Além da importância monetária de saber fazer roupa, a sensação de poder é imensa. Saber que não preciso de entrar em lojas para comprar roupa e subjugar-me aos desígnios de estranhos deuses do design é avassalador. Embora ainda tenha muito, quase tudo para aprender, só o facto de, na minha condicão de amadora, ter conseguido produzir quatro peças de roupa em tão pouco tempo e por tão pouco dinheiro (20 euros) é o suficiente para me encher de contentamento e sim, confesso, de algum orgulho. Fica a ressalva que o tecido do top da segunda foto foi oferecido.

IMG_1887[1]

Modelo Burda 137 05/2014

IMG_1888[1]

Modelo Sorbetto (Colette Patterns) https://www.colettepatterns.com/sewing/sorbetto

IMG_1891[1]

Modelo Cucito Verão 2011

Agora a máquina de costura fica no descanso até  meados do próximo mês. O tricot chama. 🙂

Anúncios