Etiquetas

,

Imagem

Blusa Papavero

Terminei-a hoje após dois dias de quase tormenta sem perceber como iria finalizar as cavas. Pretendia usar esta técnica: http://blog.megannielsen.com/2012/04/darling-ranges-dress-sewalong-placket-neckline/ , mas o facto de não ter uma retrosaria por perto para comprar uma fita de viés trocou-me as voltas. Acabei por optar por uma bainha simples mas que me deu mais trabalho do que julgava. Falta de jeito, só pode. Em inglês denomina-se por baby hem e não faço ideia de qual será o nome correspondente em português. Há algum tempo que começo a sentir necessidade de conhecer os termos técnicos em português mas o simples facto de não ter um livro de costura na língua de Camões não ajuda muito.  Deixo aqui um vídeo exemplificativo do método que usei: http://www.youtube.com/watch?v=FrvHjSLEK1U

Quanto aos moldes Papavero… Estou rendida. É a primeira vez que faço uma blusa e o tamanho de costas é exactamente o meu tamanho. Na Burda tal feito é impensável. Há que enfrentar os factos. A Burda é alemã e faz roupa tendo como padrão a mulher da Alemanha. A mulher polaca parece ter um corpo mais parecido com o meu, pelo menos a nível de busto e de costas.

Quanto ao molde tive de fazer algumas alterações mínimas: diminuí a cintura apertando as pinças das costas, retirei meio centímetro de cada lado e aumentei um pouco a anca.  De resto foi só fazer e irei vestir assim que tenha oportunidade. Estou muito satisfeita e provavelmente irei usar mais vezes os moldes do Papavero. Já ando de olho em vestidos bimatéria, especialmente neste: http://www.papavero.pl/wykroje-do-pobrania/483-gotowy-wykroj-satynowa-sukienka-tanit.html Parece-me perfeito para o Outono e já comprei os tecidos em promoção.

Quanto a custos de material o tecido da blusa foi um retalho que custou 2,99€, se não estou em erro, e gastei linha e entretela que tinha por casa. Uma pechincha tendo em conta que é um modelo muito fácil de executar.

Anúncios